ressacas acumuladas e leituras atrasadas

by Marcello Malgarin Filho

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
02:07
2.
01:41
3.
02:38
4.
02:21
5.

about

EP

credits

released November 24, 2014

todos as músicas compostas, produzidas e tocadas por Marcello Malgarin Filho.
In the cold, cold night é uma versão da música de mesmo nome da banda White Stripes
Antiphona é um poema de Décio Pignatari

tags

license

about

Marcello Malgarin Filho Florianopolis, Brazil

contact / help

Contact Marcello Malgarin Filho

Streaming and
Download help

Track Name: Vai Chover
vai chover
em mais uma manhã que nasce
sem explicação do porque
da descontinuidade
em minha expressão
dos descaminhos
em minha direção

o meu pensamento
segue a girar
em curvas que sem ver
deixei para trás
em garrafas que esvaziei
sem pestanejar

com altivez
ignoro o meu penar,
as gotas que caem
inundando o meu trajar,
o fardo que carrego
a me torturar
e a aflição que
torna a aliviar
Track Name: Antiphona
"Rei de horrível majestade",
Meu hemocanto é sem revérbero.

Hóstia de enxofre e aleivosia,
Meu hemocanto é sem revérbero.

Ai funeral,
Tema de minha alma principal,
Meu hemocanto é sem revérbero.

Gume de fúrias desmaiadas,
Meu hemocanto é sem revérbero.

Mártir inédito do Tédio,
Meu hemocanto é sem revérbero.

Fêmeas,
Turbai-me as têmporas em fogo-e-fátua,
Meu hemocanto é sem revérbero.

Pássaro com ciúmes na garganta,
Meu hemocanto é sem revérbero.

Filhos-famílias, verga ao cânhamo talar,
Meu hemocanto é sem revérbero.

Talar talar talar talar
Meu hemocanto é sem revérbero.
Ai
Meu hemocântico não tem revérbero!
Track Name: Vilarejo
um vilarejo, dois irmãos
assolados pela alegria
se contorciam a gargalhar
sem evidência de um porquê

esqueceram de questionar
a mania da filosofia
a sua ciranda sempre a girar
sem coerência para ninguém

casualmente sem se notar
a morosidade dos dias
impuseram um hesitar
na graça das revelias